terça-feira, 31 de julho de 2018

Silvestre Não é PET, queremos LISTA ZERO


O Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA - está discutindo as categorias autorizadas para criação e manutenção de animais silvestres. Também se está discutindo quais espécies silvestres brasileiras poderão ser utilizadas como animais de estimação.

Denner Giovanini, presidente da RENCTAS, acredita que a criação legal pode ajudar a diminuir o tráfico de animais no futuro, neste sentido diversos relatórios foram publicados por sua organização, que tem como conselheiro técnico, e como representante da entidade no CONAMA, o Sr. Luiz Paulo Amaral, que é presidente da ABRASE (Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres).

A Resolução da Lista PET, que está em discussão na Câmara Técnica de Biodiversidade, e a de empreendimentos,  será votada a resolução de categorias de cativeiro em que:


  1. Eliminam a necessidade de autorização para transporte de animais silvestres;
  2. Autorizam visitação monitorada, em todas as categorias de cativeiros, sem que estes precisem seguir as regras mínimas de zoológicos. Ou seja, deram os poderes de zoológicos a todos os criadores sem lhes exigir os deveres - tamanho mínimo de recinto, por exemplo;
  3. Não restringem os animais de estimação ao cativeiro doméstico - então poderei mantê-los em lojas, oficinas, etc.
  4. Permitem que pessoas jurídicas comprem animais de estimação;
  5. Abrem os fins lucrativos para criadores não comerciais. Por exemplo, os conservacionistas;
É o comércio autorizado de animais silvestres que desperta a vontade dos brasileiros de possuírem um destes animais em cativeiro. Essa atividade também fomenta, indiretamente, o tráfico de animais, uma vez que por conta da complexidade da criação destes animais em cativeiro, adquirir um animal silvestre de forma legal é dispendioso.

Considerado o terceiro maior negócio ilegal do mundo, o tráfico de animais silvestres é superado apenas pelos tráficos de armas e de drogas. É uma atividade criminosa, cruel, responsável pela extinção de espécies e que coloca em risco nossa biodiversidade.
A fauna silvestre tem importância fundamental, e cada espécie tem uma função ecológica na Natureza, que perpetuam a sobrevivência das espécies.

Portanto, a sociedade deve se manifestar CONTRA A LISTA PET, vamos lutar para que os animais não tenham mais valor econômico. Vamos valorizar a vida!




QUEREMOS LISTA ZERO PARA ANIMAIS SILVESTRES
SILVESTRE NÃO É PET!

Saiba mais, aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário