quarta-feira, 23 de maio de 2018

Prefeitura de SP proíbe fabricar, vender e soltar fogos de artifício barulhentos na cidade



O prefeito Bruno Covas (PSDB) sancionou na manhã desta quarta-feira (23/05) o projeto de lei que proíbe a fabricação, comercialização, o manuseio e soltar fogos de artifício barulhentos dentro do município de São Paulo. O texto será publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (24/05).

O projeto de lei é de autoria dos vereadores Reginaldo Tripoli (PV), Mário Covas Neto (Podemos) e Abou Anni (PV). A norma prevê multa de R$ 2.000 para quem descumprir a lei e terá o valor dobrado em caso de reincidência em menos de 30 dias.

Também fica proibida a fabricação e uso de quaisquer artefatos pirotécnicos com efeito sonoro ruidoso. Em caso de descumprimento, a multa prevista é de R$ 2 mil. O valor da multa será dobrado na primeira reincidência e quadruplicado a partir da segunda nas infrações cometidas dentro de um período inferior a 30 dias.

Os fogos com efeitos visuais, sem estampido, continuam permitidos, assim como aqueles que produzem barulho de baixa intensidade. A lei vale para recintos abertos e fechados, públicos ou particulares, em toda a capital paulista.

Nota:

NÃO SOLTE FOGOS

Não há pior época para os animais que as festas de fim de ano, isso porque o pânico que sentem com o barulho ensurdecedor dos fogos de artifícios é negligenciado pela grande maioria dos humanos.

Muitos animais fogem apavorados e acabam perdidos e/ou atropelados, outros, na ânsia de se livrarem do intenso barulho, terminam enforcados em suas próprias correntes, alguns animais têm convulsões e morrem e há ainda os que pulam das janelas de apartamentos.

Além dos cães, o barulho causa um estresse muito grande aos pássaros, que morrem aos milhares após as comemorações.

Natal, Ano Novo, Finais de Campeonato, e Copas do Mundo são as épocas onde se é registrado o maior número de animais perdidos e mortos em consequência do pânico. Se você for sair de casa:

- Deixe seus animais trancados em local seguro;
- Feche bem as portas e janelas;
- NÃO os amarre de forma alguma;
- Identifique-os para o caso de fugas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário